quinta-feira, 11 de março de 2010

Matéria com Vascon ganha projeção

Reconhecido no exterior, Vascon agora busca brilho na sua terra natal
08 de Março de 2010 por Frank Martins

Era uma vez um garoto muito pobre, natural de uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, que queria ser alguém vivendo uma vida especial. Essa história pode até parecer roteiro de algum filme, novela ou conto de fadas, mas na verdade é uma história real de um brasileiro.

Depois de sair de uma favela em Raposos e até dormir no Central Park, como mendigo, o designer mineiro Roberto Vascon acaba de chegar de Nova York com tudo que ele sempre almejou: fama, sucesso e reconhecimento.

Suas bolsas e sapatos, que em NY são feitas por ele mesmo, frequentemente podem ser vistas nas mãos de celebridades como Madonna, Beyoncé e Oprah Winfrey. Aqui em Minas Gerais, os produtos de Vascon são fabricadas por artesãs.

“Estou descobrindo a mulher brasileira que adora trocar de bolsa e é muito vaidosa”, comenta Roberto Vascon , encantado com o público feminino no Brasil em relação às demais mulheres do planeta. Ele acredita que o Brasil vai agregar valor às suas bolsas e sapatos e dar ainda mais inspiração às criações.

As bolsas de Roberto Vascon são conhecidas como portadoras de sorte para quem as usa. “Tenho uma cliente americana com uma coleção de 180 bolsas”, revela sobre o produto impregnado de simbolismo. No Brasil, as bolsas do designer mineiro também estão virando objeto de desejo. “Aqui as mulheres já descobriram que elas funcionam como um amuleto da sorte”, comemora.

Sem revelar a sua idade, Roberto afirma que está bem, principalmente agora, que aproveita o momento econômico do Brasil para fazer sucesso. E sobre suas peças diz: - Não gosto de ver todo mundo vestido igual. Nem de ter etiquetas penduradas do lado de fora da roupa ou dos acessórios. Minhas bolsas são únicas e exclusivas, nunca repito cor.

Roberto Vascon foi entrevistado nesta segunda-feira a noite, no programa “Itatiaia é a Dona da Noite”, com José Carlos Piotto. O programa teve uma das maiores audiências do horário, além de ouvintes de diferentes partes do mundo que participaram ao vivo.

Um comentário:

sarah disse...

a materia esta muito boa mas eu como moradora de raposos tenho q dizer q aki nunca existiu favela alguma, fora isso a materia esta excelente. bjos a todos